Melhores Covers de 2015 - Top 10 Covers Nacionais

Atualmente muitos programas da TV brasileira andam fazendo releituras de velhos clássicos da música brasileira (vide The Voice). Isto tem sido muito bom. Porém, pequena parte destes artistas arriscam em reinterpretar os lados Bs ou faixas menos conhecidas (ou não são incentivados). Assim, um certo cheiro de "essa cover novamente" paira no ar.

Pelo menos, as covers nacionais que capturamos para nosso Top 10 Covers foge (ou tenta fugir) desta mesmice. Boa parte delas vieram de discos-tributos produzidos neste ano de 2015. E diferentemente do que aconteceu no ano passado, a nossa de melhores covers nacionais considerou também versões de músicas internacionais feitas por artistas brasileiros.

Esperamos que gostem!

10 É Doce Morrer No Mar - Leila Pinheiro e Thiago Amud
Artista original: Dorival Caymmi
Com um trabalho novo na praça, o EP Por Onde Eu For, Leila Pinheiro viajou o país inteiro fazendo shows. Além de apresentar as músicas deste trabalho, Leila abriu espaço para colocar voz para fazer uma singela versão da música É Doce Morrer No Mar composta em 1954 por Dorival Caymmi. Destaque também para o violão de Thiago Amud.


09 Eu Não Existo Sem Você - Chitãozinho e Xororó
Artista original: Maysa / Tom Jobim / Vinicius de Moraes
Tom do Sertão é título do disco-tributo feito por Chitãozinho e Xororó. Não é de hoje que a dupla de maior sucesso da música sertaneja grava covers. E desta vez gravaram um disco só contendo versões de músicas de Tom Jobim - pelo menos não fizeram versões abrasileiradas de músicas internacionais. Originalmente gravada pela cantora Maysa, Eu Não Existo Sem Você é praticamente uma valsa. Porém Chitãozinho e Xororó conseguiram se apoderar da música de tal forma que sua reinterpretação a transformou música sertaneja. Se não soubesse que se trata de uma cover, com certeza, cometeria um equívoco.


08 Medo da Chuva / Metamorfose Ambulante - Ana Cañas
Artista original: Raul Seixas
Como uma espécie de homenagem aos 25 anos do falecimento de Raulzito, o show Baú do Raul - que virou DVD e CD - contou com vários artistas da MPB e do rock brasileiro. Das releituras apresentadas na homenagem, destacamos este pout pourri de Medo da Chuva / Metamorfose Ambulante em versão crua, apenas com guitarra elétrica da cantora Ana Cañas.


07 Casinha Branca - Roberta Campos
Artista original: Gilson
A versão acústica de Roberta Campos para Casinha Branca faz parte de seu novo álbum Todo Caminho É Sorte. Das 12 faixas deste trabalho, este é a única cover presente. Realmente, é uma bela reedição deste sucesso originalmente lançado em 1976 pelo cantor e compositor Gilson.


06 Gracias a la Vida - Dom La Nena
Artista original: Violeta Parra
A talentosíssima violoncelista gaúcha Dominique Pinto, conhecida profissionalmente como Dom La Nena, é mais conhecida lá fora do que aqui dentro (talvez, devido a sua maior vivência na França, onde mora até hoje). Seu trabalho atual, o disco Soyo é super elogiado pela crítica internacional. Segundo o New York Times, sua sonoridade lembra Hope Sandoval e Jane Birkin. Entre as divulgações de suas músicas autorais, Dom La Nena gravou uma ótima releitura com seu violoncelo de Gracias A La Vida, um clássico de Violeta Parra.


05 Suvivor - Clarice Falcão
Artista original: Destiny's Child
Ótima releitura e um clipe para lá de criativo. Este resultado vem da cover de Clarice Falcão para a canção Survivor, sucesso do grupo Destiny's Child. No clipe, mulheres de todas idades usam um batom vermelho pelo rosto inteiro. Este batom vermelho é símbolo principal do projeto The Red Lips Project e serve para mostrar que toda mulher tem um poder intrínseco para lutar e atingir seus objetivos numa sociedade ainda machista.


04 Subirodoistiozin - Quarteto Rua Jazz
Artista original: Criolo
Subirodoistiozin é um dos grandes sucesso do trabalho Nó Na Orelha do rapper paulista Criolo. A versão original tem uma mistura de hip hop com levadas de soul e funk. O que talvez ninguém havia imaginado até então é acrescentar um trumpete em meio a melodia de Subirodoistiozin para fazer uma releitura a la Miles Davis ou Chet Baker. Pois, foi o que o Quarteto Rua Jazz fez. E fez muito bem!


03 Mambembe - China
Artista original: Chico Buarque
O cantor e compositor China (Flavio Augusto) gravou uma excelente releitura de Mambembe, samba de Chico Buarque, para o projeto Leve Chico idealizado por Adriana Falcão (roteirista da TV Globo e mãe da Clarice Falcão). Mambembe gravada por China ganhou toques modernos de maracatu com manguebeat.


02 Reis e Rainhas do Maracatu - Pedro Luís
Artista original: Milton Nascimento
Gravada para o tributo Mar Azul, uma homenagem a obra do Clube da Esquina, Pedro Luís fez um excelente arranjo apenas ao violão para a sua versão de Reis e Rainhas do Maracatu, um samba de maracatu presente no disco Clube da Esquina 2 de 1972.


01 Little Lion Man - Badi Assad
Artista original: Mumford & Sons
Badi Assad gravou talvez "o disco" de covers do ano. Tudo bem que as versões apresentadas no disco 1989 de Ryan Adams - que fez uma releitura completa do disco de Taylor Swift - são bem bacanas. Mas quantas covers legais, bem arranjadas e bem interpretadas por Badi Assad estão presentes neste seu último álbum intitulado de Hatched. Se você pensa que Badi ficou na mesmice da MPB, corra pra ouvir logo Hatched, que traz covers de Skrillex (Stranger) e Lorde (Royals) apenas para citar algumas da pérolas da música atual reinterpretadas por Badi. E o disco abre com a bela releitura para Little Lion Man do Mumford & Sons. Arrisco a dizer que se Badi fosse norte-americana, Hatched estaria figurando nas principais listas de melhores discos de 2015.


Persiolino

2 comentários:

  1. Faço uns covers também, quem puder da uma olhada no meu canal :
    https://www.youtube.com/user/guiarigui
    Valeu \o

    ResponderExcluir
  2. meu coveeer Gustavo Mioto - Impressionando os Anjos (cover): http://youtu.be/fVtUELS79zQ

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!