0398 - O Susto - Ronnie Von [1968]

O que você sabe de Ronnie Von? Eu não sei quase nada exceto o fato de me parecer hoje um bom apresentador que canta músicas cafonas e que na época da Jovem Guarda foi moço boa pinta, que arrebatava os corações das donzelas e que cantava canções românticas. Este era o estereótipo que logo aparecia na minha mente.

Pois bem, eu além de não saber nada, estou redondamente enganado sobre o artista Ronnie Von. Recentemente descobri graças a internet que Ronnie Von foi sim algo muito além deste estereótipo. Foi um artista revolucionário para o seu tempo. E isto se prova por vários fatos de sua carreira mas está materializado em 3 discos de estúdio lançados entre 1968 e 1970: o homônimo Ronnie Von (1968), A Misteriosa Luta do Reino de Parassempre Contra o Império de Nuncamais (1969) e A Máquina Voadora (1970).

São todos trabalhos vanguardistas que contam com uma sonoridade experimental, psicodélica, cheia de efeitos especiais, com instrumental clássico misturado a guitarras elétricas e letras influenciadas pela poesia concretista, praticamente uma tentativa de fuga na contramão da imagem de bom moço e músicas bonitinhas e românticas. Se você tem dúvidas destas confirmações, assista o documentário “Ronnie Von: Quando éramos príncipes”, do jornalista Ricardo Alexandre, dirigido por Caco Souza, exibido em 2013 nos canais Globosat.


Desta época, a escolha de Ronnie por versões não eram tão óbvias assim. Apesar de sempre tocar Beatles em seu programa, Ronnie com certeza ouviu outros tantos de músicas vanguardistas dos anos 60. E foi desta época que ele gravou uma versão da música Spooky da banda norte-americana Classics IV...

Spooky é originalmente uma música instrumental feita pelo saxofonista Mike Sharpe e Harry Middlebrooks Jr. em 1967.


Porém a versão mais conhecida de Spooky foi feita em 1968 quando guitarrista James Cobb da Classics IV e o produtor Buddy Buie escreveram uma letra para música centrada na estória de um romance de um garoto com uma “pequena garota assustadora”.


Após o lançamento deste cover feito pelo Classics IV, Spooky chegou ao topo das paradas norte-americanas e, a partir de então, foi regravada várias vezes por diversos artistas entre eles Dusty Springfield, Percy Sledge, Martha and Vandellas e até pelo saudoso R.E.M. em 1998. Porem nada é tão legal quanto a versão em português feita por Ronnie Von. Spooky virou O Susto e sua adaptação não foge da temática original. Nem os arranjos são tão diferentes assim. Ronnie acertou em cheio na escolha desta canção - por não ser óbvia e nem estar ligada diretamente a uma temática “romantiquinha” - bem como acertou na letra, onde não cometeu malabarismos idiomáticos para adaptá-la para o português.


Se você achou que Ronnie Von foi apenas um rostinho bonito e que hoje é um apresentador cafona, pesquise, estude e se informe pois sua história poderá te dar um bom "susto".

Persiolino

2 comentários:

  1. Eu sabia dessa veia psicodélica dele, li uma Bizz há anos que fez uma matéria sobre esse bolachão, infelizmente não tenho mais a revista.

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!