0355 - Close My Eyes Forever - Device feat Lzzy Hale [2013]

Duetos musicais são sempre marcados pela intensidade e por envolver a mistura de mais de um timbre de voz, em geral um tom mais agudo e outro mais grave. Partindo deste conceito, existem diversos exemplos de parcerias feitas por um artista masculino e outro feminino, onde o peso e lirismo se confundem e produzem uma mistura agradável, melódica e profunda. 

Lita Ford, uma das integrantes originais da primeira banda de rock formada totalmente por mulheres The Runaways, não alavancou de cara sua carreira solo nas primeiras gravações de estúdio que realizou. Apesar de tecnicamente impecáveis, os três registros iniciais de seu vôo por conta própria foram recebidos com desprezo e pouca representatividade pela crítica, mesmo com o suporte dado por Tommy Iommi, conhecido também por ser o guitarrista e compositor de inúmeros clássicos do Black Sabbath. A trajetória de Lita começou a mudar quando sua carreira cruzou com a família Osbourne em 1988, quando a matriarca Sharon Osbourne entrou em seu caminho para apoiá-la na gravação do álbum Lita, no mesmo ano.

Além de suporte técnico e comercial, Sharon emprestou os dotes vocais do marido Ozzy Osbourne na faixa Close My Eyes Forever, que prontamente virou um sucesso de público. A canção, que foi totalmente improvisada no estúdio de gravação, conta um devaneio a respeito de como seria o sentimento de perda de alguém que amamos muito, revelando uma série de enganos e mal entendidos. Posteriormente, Lita confessou que a música foi um erro; mas este comentário não reduz (de forma alguma) a importância da canção para a sua história profissional e pessoal. 


No início deste ano, o projeto musical Device do vocalista David Draiman da banda Disturbed, lançou seu álbum de estréia, intitulado simplesmente Device. Recheado de participações especiais, o disco manteve uma tradição já consolidada na trajetória musical do Disturbed, que sempre inclui covers  em suas gravações oficiais. Para acompanhá-lo neste duo, Draiman escolheu a simpática e enfurecida Lzzy Hale, do Halestorm, por ser um grande fã da cantora. A canção consolidou a fama do Halestorm e foi eleita por possuir todos os ingredientes essenciais para um sucesso musical: letra romântica, batida lenta e o equilíbrio fundamental entre a performance masculina e feminina.


Ana Gonçalves

Um comentário:

  1. Publiquei no YouTube mais de 35 vídeos do disturbed todos legendados. Em breve postarei mais 40.

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!