0330 - Sweet Child O' Mine - Luna [1999]

Quem nunca cantarolou ou assobiou pelo menos um trechinho de Sweet Child O'Mine ao menos uma vez na vida, que atire a primeira pedra. A canção-símbolo do Guns N' Roses é uma música de amor com letra sensível e reflexo do rock norte-americano da segunda metade da década de 1980, com seu estilo grudento e riffs marcantes. Lançada no álbum de estreia Appetite For Destruction (1987), foi usada como música de entrada nos ringues do personagem Randy "The Ram" Robinson (Mickey Rourke), em O Lutador (The Wrestler, dir. Darren Aronofsky), em referência à carreira do próprio Rourke como boxeador, já que também adotou a canção na época em que lutava. 

Formado em Los Angeles, California, em 1985, o quinteto alcançou o primeiro lugar da parada da Billboard justamente com essa música. Mas o sucesso não esteve ao lado da banda por muito tempo: brigas de egos - dizem que o vocalista Axel Rose é um sujeito insuportável - e discordâncias separaram os colegas. O baterista Steven Adler foi o primeiro a sair, em 1990, demitido devido a problemas com drogas. Em seguida, o guitarrista base Izzy Stradlin deixou o grupo, em 1991, enquanto recuperava a sobriedade. Em 1996, foi a vez do guitarrista principal Slash, seguido pelo baixista Duff McKagan. Com isso, apenas Axel permanece no Guns N' Roses como membro original. E a banda continua na ativa até hoje, obviamente sem o mesmo barulho de 25 anos atrás.


A banda de indie pop norte-americana Luna foi formada em 1991 na cidade de Nova York, pelo vocalista e guitarrista Dean Wareham (ex-Galaxie 500), o baterista Stanley Demeski (The Feelies) e o baixista Justin Harwood (The Chills). Três anos depois, o guitarrista Sean Eden se juntaria ao trio. Com um pé na Nova Zelândia - já que Wareham e Harwood nasceram no país -, o Luna gravou sete álbuns de estúdio, lançando The Days of Our Nights em 1999, com Lee Wall assumindo a bateria. É nesse trabalho que aparece a delicada cover de Sweet Child O'Mine, que no começo lembra muito uma balada de U2 - até que a releitura dos riffs de Slash se torna audível.

Com ar despretensioso, a cover transforma o maior hino dos Guns N' Roses numa balada indie, na qual todos os instrumentos estão em perfeita harmonia, além da bela interpretação de Wareham. Mas enfim, fãs de Axel e companhia podem até sentir falta dos gritinhos e gemidos do vocalista e da guitarra inconfundível do Slash, mas a versão "calminha" do Luna não deixa nada a dever à original.

Curiosidade sobre o Luna: o grupo passou a contar com a baixista Britta Phillips a partir de 2000. Ela e Wareham se casaram em 2007, enquanto a banda estava em hiato. Com o marido, formou a dupla Dean & Britta.


Anômima

Um comentário:

  1. Adoro esta versão do Luna. Eu tenho o álbum original em CD que contém este cover!

    ResponderExcluir

Comente aqui!!!