0300 - Sleazy - Ben Folds [2010]

Assim que descobri uma cover de Ben Folds para uma música da cantora Ke$ha, a primeira coisa que pensei foi "isto dará uma ótima cover for fun". Porém, logo que ouvi a introdução de Folds, minhas expectativas foram superadas - e olha que sou uma grande fã dele. O fato é: embora o compositor e cantor tenha tantos acontecimentos surpreendentes em sua carreira, ele sempre acha um jeito de se superar. E desta vez, transformando uma música ruim em algo que gruda na cabeça - sem deixar de ser divertida, claro.

Na ocasião em que escolheu a cover de Sleazy (em um show realizado na Philadelphia, em 2010), Folds argumentou que decidiu entrar no iTunes e pegar a #1. Não preciso nem dizer que o público adorou e riu muito do que viu - e ouviu.

Para quem não conhece Ke$ha, não perde muita coisa. Seu perfil é de cantora gostosona e cafona - sério, ela parece ter saído de algum clipe de banda farofa dos anos 80. Mas, como a maioria das jovens cantoras pop da atualidade que carece de talento, ela aposta no visual em detrimento da música. E isso não é porque não gosto do gênero que ela canta, mas simplesmente porque é uma artista pré-fabricada que se beneficia da cultura da imagem.


Ben Folds dispensa apresentações - já apareceu por aqui outras vezes, seja em carreira solo ou com sua antiga banda. Com uma alma de comediante stand up - todos os shows dele têm improvisos e surpresas - e talento multi-instrumental, consegue tirar vantagem do visual nerd e do limite vocal com músicas próprias que apostam em ironia e sarcasmo. Então, até quando canta algo que outro artista escreveu, dá um jeito de colocar sua personalidade ali - além do inconfundível piano e backing vocal que tornaram sua banda uma das mais originais dos anos 1990 em meio ao declínio do grunge e ascensão do nu metal.

E vê-lo cantar Sleazy (ou "vulgar") com sua banda de apoio (não tão boa quanto o Ben Folds Five, mas tá valendo) e repetir versos como "Just grab a bottle, some boys and let's take it back to my basement/ And get sleazy/ Sick of all your lines, so cheesy!/ Sorry daddy, but I'm not that easy!", longe de parecer vulgar, é simplesmente hilário. Além de ser digno de figurar entre as top covers.


Agradecimento especial a quem filmou isto e compartilhou no YouTube.

Anômima

2 comentários:

  1. Ben Folds resgatou essa música das trevas com seu talento e de sua banda! Sensacional cover. Eu acho que deveríamos voltar a fazer uma nova votação de melhores covers de 2010...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Vamos editar aquele post da melhores covers de 2010 e republicá-lo, então?

      Excluir

Comente aqui!!!